O Toronto Raptors vence o Detroit Pistons

DETROIT (AP) – Dalano Banton marcou 27 pontos, seu recorde na carreira, e Chris Boucher acrescentou 20, na vitória do Toronto Raptors por 115 a 111 sobre o Detroit Pistons na noite de segunda-feira.

“Tive muitas repetições neste verão, jogando pelo time do Canadá e na liga de verão, e treinei muito com nossa equipe de desenvolvimento”, disse Banton, cujo recorde anterior da carreira foi de 14 pontos no sábado contra o Indiana. Marcapassos. “Os treinadores confiaram em mim o suficiente para me colocar no time titular, e a treinadora Nurse me disse que eu tinha que aproveitar ao máximo.”

OG Anunoby somou 19 pontos e sete rebotes para o Toronto, que jogou sem Fred VanVleet (doença não-COVID), Pascal Siakam (distensão abdominal) e Gary Trent (quadril).

“Acho que todos contribuíram esta noite e é isso que é preciso quando você enfrenta tantos caras diferentes”, disse o técnico dos Raptors, Nick Nurse.

Os Raptors quebraram uma sequência de seis derrotas consecutivas contra os Pistons, vencendo Detroit pela quarta vez em 13 jogos desde que Dwane Casey foi demitido por Toronto e cruzou a fronteira para liderar o Detroit.

“Não acreditamos em maldições”, disse Boucher.

O novato Jaden Ivey marcou 21 pelo Detroit, que perdeu sua quarta consecutiva. Bojan Bogdanovic somou 18 pontos.

Detroit perdia para 14 pontos antes de Hamadou Diallo acertar dois lances livres com 7:37 restantes para reduzir o déficit para 94-93. Banton acertou uma cesta de 3 pontos que colocou os Raptors com seis pontos com 4:54 restantes antes que a cesta de 3 pontos de Isaiah Livers fizesse 103-100.

Mas, os Pistons cometeram um desvio importante – seu 19º no jogo – e erraram seu 12º lance livre, desacelerando seu rally.

“Não foi apenas esse trecho, foi todo o jogo”, disse Casey. “Estávamos atacando o aro e alcançando a linha de lance livre, mas temos que converter quando chegarmos lá.”

Casey fez malabarismos com sua lista, indo com dois grandes nomes em Isaiah Stewart e Marvin Bagley III, e usando Saddiq Bey como artilheiro fora do banco. Stewart, no entanto, jogou apenas 13 minutos antes de sair com uma torção no pé direito.

“Saddiq fez um bom trabalho – estamos apenas procurando mais equilíbrio para nossas duas unidades”, disse Casey. “Sei que todos vocês têm idade suficiente para se lembrar de Manu Ginobili, ele teve uma grande carreira fora do banco.

Os Raptors lideravam por 58 a 51 no intervalo, graças a 14 pontos de Banton e 13 de Boucher. Toronto, em seguida, marcou os primeiros sete pontos do terceiro quarto. Eles lideraram por 88 a 77 no início do quarto período, ajudados por 10 lances livres perdidos dos Pistons.

PONTAS

Raptors: Toronto venceu apesar de arremessar 29,6% em arremessos de 3 pontos e 17 turnovers que levaram a 24 pontos de Detroit. … Otto Porter Jr. perdeu o segundo tempo após uma lesão no dedo do pé no primeiro tempo.

Pistons: Detroit Reserves fez 13 a 19 (68,4%) da linha e acertou 4 de 13 arremessos de 3 pontos. … Casey disse que saberia mais sobre a lesão de Stewart na terça-feira.

HONRA O SANTO

Os Pistons lançaram suas camisas verdes projetadas para homenagear os tapetes nas paredes do ginásio da Igreja de Santa Cecília, localizada a cerca de oito quilômetros da Little Caesars Arena. O “Saint” abriu na década de 1960 e se tornou o centro da cena do basquete de Detroit quando o Hall of Fame Dave Bing praticou lá durante um assalto. Ele foi seguido por estrelas locais como Magic Johnson, Isiah Thomas, George Gervin, Chris Webber e Glen Rice. Ele até recebeu várias gerações, com a estrela dos Pistons, Jimmy Walker, jogando lá na década de 1970 antes de seu filho, Jalen Rose, chegar na década de 1990.

PRÓXIMO

Raptors: Anfitrião do Miami Heat na quarta-feira.

Pistons: Visite o Los Angeles Clippers na quinta-feira.

___

NBA PA: e