Mitchell Miller assinado por Bruins, envolvido em incidente de bullying

O Boston Bruins anunciou na sexta-feira que contratou o defensor Mitchell Miller, cujo draft de 2020 pelo Arizona Coyotes foi dispensado depois que um incidente de bullying veio à tona.

O gerente geral dos Bruins, Don Sweeney, disse que a equipe “o colocaria em programas comunitários para que ele continue a educar a si mesmo e aos outros sobre o que o desrespeito faz com você e como você continua a usá-lo pelo resto da vida”.

Depois que o jogador foi convocado na quarta rodada em 2020, o Arizona Republic informou que Miller quatro anos antes, aos 14 anos, admitiu no tribunal juvenil de Ohio ter intimidado um colega de classe negro que tinha deficiência intelectual.

O colega de classe Isaiah Meyer-Crothers foi levado a lamber um doce que Miller e outro garoto haviam limpado no mictório do banheiro. Meyer-Crothers também disse ao jornal que Miller usou insultos raciais ao seu redor.

Mitchell Miller aguarda notícias durante o Draft da NHL 2020.

MANTENHA-SE ATUALIZADO:Subscreva agora a nossa newsletter de Desporto!

“Quando eu estava na oitava série, tomei uma decisão muito ruim e agi de forma muito imatura”, disse Miller na sexta-feira em um comunicado divulgado pela equipe. “Eu assediei um dos meus colegas. Lamento profundamente o incidente e pedi desculpas à pessoa. Desde o incidente, passei a entender melhor as profundas consequências de minhas ações que deixei de reconhecer e entender há quase sete anos. Eu me esforço para ser uma pessoa melhor e contribuir positivamente para a sociedade.”